Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Mala de viagem

Olá meus amores. 

Hoje falamos um pouquinho sobre o interrail, o que é e como funciona, num próximo post falo mais detalhadamente da opinião e se compensa ou não comprar este passe. =) Vamos lá?

Para começar explico-vos rapidamente que o interrail, é um passe, válido por vários dias, de acordo com o que desejamos (pode ser desde 5 dias até 1 mês), com ele é possível viajar por vários países da Europa, mas claro, existem regras, para não dizer muitas regras!

Este passe assim à vista parece maravilhoso e talvez por isso eu e muita gente, já nos deixámos deslumbrar por ele. Mas como vocês bem sabem se me acompanham, eu planeio ao pormenor todas as viagens que faço. Por isso estudo muito bem todas as possibilidades e claro, calculo todos os tostões, para evitar despesas desnecessárias, perceber onde posso realmente poupar e ter um orçamento mais ou menos real!

Quero apenas com isto dizer, que estudei muitas vezes a possibilidade de comprar este passe, por várias vezes e em vários países! 

Ele pode ser comprado em qualquer estação de comboios das principais cidades da Europa. Mas, para o comprarem, precisam saber concretamente em que países o vão utilizar, ou seja, têm que escolher um trajecto e de acordo com isso, podem adquirir o passe. Está tudo muito claro e nisso temos que concordar, todas as informações e site oficial, são explícitos em relação às regras!

Para comprar um passe Global, podem visitar qualquer um destes países: O Interrail Global é válido nos seguintes 30 países: França, Alemanha, Grã-Bretanha, Noruega, Suécia, Áustria, Bélgica, Holanda, Luxemburgo, Finlândia, Grécia, Irlanda, Itália, Espanha, Suíça, Croácia, Dinamarca, Hungria, Polónia, Roménia, Montenegro, Bósnia-Herzegovina, Bulgária, Republica Checa, Macedónia, Sérvia, Eslováquia, Eslovénia, Turquia e Portugal e ainda nas empresas de navegação ATTICA e MINOAN, cujos barcos fazem a ligação entre a Itália e a Grécia. 

Caso pretendam, apenas visitar um país , e utilizar um bilhete de comboio válido por todo esse país, existe a outra solução, que é o interrail One Country Pass.

 Estes são utilizados para os seguintes países, nas seguintes condições:

Bélgica, Holanda e o Luxemburgo não têm passes nacionais próprios, integrando os três países um passe comum designado por "Benelux Pass".
Na Grécia, para além do "Greece Pass", integra o passe "Greece Plus", que inclui a utilização dos barcos da empresa de navegação ATTICA, nos percursos entre a Itália e a Grécia.  Itália para além do "Italy Pass", integra o Passe "Italy Plus", que inclui a utilização dos barcos da empresa de navegação ATTICA, nos percursos entre a Itália e a Grécia.

Os preços são um bocadinho mais assustadores do que os anteriores!! Visto que se trata apenas de 1 país! 

Outra variação, é a escolha do tipo de viagem, quero com isto dizer, que se viagem por 10 dias de modo continuo (sem interrupções) têm que ter um bilhete, caso queiram parar nos países por 2 ou 3 dias , precisam de outro!

 

 

 

Falando no mais importante, as restrições: 

1. A viagem é válida em todos estes países, excepto no país onde vocês moram! Ou seja, se comprarem o bilhete em Portugal, não o podem validar para sair do país! Terão um desconto de 50% dado pela CP caso adquiram um bilhete à parte, ida e volta até Espanha. Esta regra é válida em todos os países. Ou seja, se vocês são Portugueses mas moram no Luxemburgo, por exemplo, então este bilhete não será válido no Luxemburgo.

2. Outra das restrições, é relativamente à idade, a idade limite para os preços mais económicos, são 26 anos, depois disso, os preços mudam e bastante! Mas para tal deixo-vos os links lá e, baixo para terem uma ideia, das coisinhas de que falo!

3. Condições de transporte: Este bilhete só válido em comboios com acordo com o passe interrail. Ou seja, comboios regionais e outros especificos! Os comboios do género intercidades, euronigth, tgv etc, não são totalmente incluidos por este passe, ou seja, precisam de pagar uma taxa, consoante o serviço que pretendem. Se quiserem uma cama para dormir,têm que pagar extra, se quiserem andar de TGV porque é muito mais rápido, só têm um desconto no bilhete ao apresentarem o cartão interrail. E por ai a fora. Ou seja, os comboios com os acordos totalmente incluídos no bilhete, são poucos. Conclusão desta história, para mudarem de país, na maioria das vezes precisam de pagar um extra!

4. Validade dos passes: Os passes de viagem flexi, não permitem praticamente a estadia nos países, Porque simplesmente não dá tempo! Ou seja um passe de 15 dias, permite viajar durante 5 dias sem parar, mas perde a validade, num prazo de 10 dias. 

 

Para todas as informações, podem aceder aqui a estes sites:

https://www.cp.pt/sites/passageiros/pt/como-viajar/em-lazer/interrail

http://www.interrail.eu/

 

Fiquem atentos ao próximo post, onde vos conto a minha opinião e algumas experiencias de quem já fez interrail!

Espero que vos tenha ajudado e tenha sido útil! Muitos beijinhos até ao próximo post